Pensando en voz alta

28/05/2018

Lembra de todas as manhãs que acordei ao seu lado com o som da morte do nosso amor? Eu lembro... Lembrei do vazio que sentia caminhando no frio da manhã, deixando para trás você, o nosso amor, o nosso presente e todos os sonhos que um dia sonhamos. Lembrei das vezes que evitamos nos olhar para não nos depararmos com a nossa ausência no olhar do outro. E lembrei de todas as vezes que desviamos o olhar para evitar revelar mais do que estávamos dispostos a confessar.

Please reload